fbpx

Rua Caminho do Pilar, 1.788 - Santo André - SP

(11) 2774-4066 • (11) 95440-5669
Hipnose e terapia nas dores físicas e psicológicas contra o câncer

Hipnose e terapia nas dores físicas e psicológicas contra o câncer

Você sabia que a hipnose e a terapia podem ajudar no tratamento do câncer? Numa doença tão séria como esta, a mente do paciente precisa estar saudável, isto ajuda no tratamento. Em uma matéria do Estadão de março de 2017 (clique aqui para ler), que aborda o reconhecimento da hipnose clínica pela UNICEF, diz: “A hipnose clínica alinha-se com a perspectiva global da Organização Global da Saúde para cuidados paliativos, incluindo o aspecto de proporcionar alívio de sintomas como dor, ansiedade e depressão, fadiga, náuseas e alteração do sono”.

A hipnose influencia todas as áreas corticais (onde ocorre o processamento das informações) e os processos neurofisiológicos em relação à dor e às emoções.Os processos como: atenção, controle cognitivo e monitoramento refletem um papel importante nas respostas a sugestões hipnóticas para alívio da dor.

O tratamento da dor

A anestesia hipnótica tem sido associada a reduções mais significativas nos resultados relacionados à dor, em comparação com o padrão de cuidados e intervenções não hipnóticas, como educação e fisioterapia.

Isso significa que a hipnose ajuda nos aspectos tanto físicos como emocionais do paciente. Mesmo em quadros paliativos, a terapia ajuda a lidar com a nova condição. Resgatar e criar habilidades e artifícios para superar as dificuldades do dia a dia.

Aplicando a hipnose em nossas próprias vidas

‘Me lembro até hoje quando usei a técnica hipnótica para dor em um paciente muito especial: meu pai. Enquanto aguardávamos em uma sala da emergência do hospital, nós nem sabíamos o diagnóstico que receberíamos horas mais tarde. Meu pai se queixava de dores intensas abdominais então me vi ali ao lado dele cochichando ao seu ouvido: “você confia em mim pai?”. Ele responde mais que depressa: “É claro que sim filha”. Então, pedi que ouvisse minha voz atentamente. O coloquei em transe na sala de espera e comecei a anestesia hipnótica. Horas mais tarde recebemos o diagnóstico de um câncer que se iniciara no intestino. Após uma cirurgia longa para retirada do tumor e sessões de quimioterapia e psicoterapia ele se recuperou bem’. (Relato de Daniele Scarso, psicóloga e hipnóloga da Koga Hipnose)

Procure ajuda, é possível ter qualidade de vida, o diagnóstico não é uma sentença de morte e sim um recomeço.

Hipnose funciona?

Hipnose funciona?

A pergunta que não quer calar, a hipnose funciona mesmo?

A hipnose é um método terapêutico que pode ser utilizado na melhora de alguns sintomas como os da depressão, ansiedade excessiva (TAG), síndrome do pânico, vícios, problemas sexuais, fobias e muito mais. Como?

O método usado para chegarmos as origens dos sintomas se chama transe hipnótico, que pode ser superficial, médio ou profundo, tudo depende do que vamos tratar e do que precisamos acessar. (Leia mais sobre transe hipnótico clicando aqui)

Conforme vamos vivendo as experiências em nossas vidas desde a infância vamos guardando tudo no nosso “arquivo”. Tanto experiências boas quanto ruins e todas as emoções atreladas a elas, a hipnose entra aí

Através desta ferramenta terapêutica o objetivo é chegar a quais emoções a origem dos sintomas estão atrelados e modifica-las.

Reconhecida e aplicada por escolas de medicina, de odontologia e psicologia, já é empregada em cirurgias simples e complexas em casos de alergia a anestesia, controle da dor crônica e do câncer, depressão, ansiedade e muito mais.

Sua eficácia é comprovada cientificamente e envolve alguns itens importantes para obter sucesso como em qualquer âmbito terapêutico:

– a disposição e confiança do paciente no processo

– aceitação do método (envolve tirar suas dúvidas e entender como a hipnose funciona para o seu caso)

– dedicação

– e claro, um profissional devidamente capacitado na área.

Mitos e verdades sobre a hipnose

Mitos e verdades sobre a hipnose

A hipnose vem se disseminando bastante entre tratamentos alternativos, mas você sabia que este método é reconhecido pelo CRP (Conselho Regional de Psicologia), CRM (Conselho Regional de Medicina e pelo CROSP (Conselho Regional e Odontologia)?

Por que será que esses importantes conselhos reconheceram a hipnose clínica como ferramenta também dos psicólogos, médicos e odontologistas?

Porque ela mostrou-se eficaz por seus resultados, usada como ferramenta terapêutica desde os tempos mais remotos na depressão, ansiedade, anestesia para dores, cirurgias e muito mais.

Vamos aos principais mitos e verdades:

Eu não consigo ser hipnotizado

MITO – Todos nós conseguimos entrar em transe hipnótico, basta estarmos dispostos a isso.

Eu vou ficar à mercê do hipnoterapeuta?

MITO – No nível de transe que é atingido no tratamento o paciente ainda apresenta suas defesas básicas e sabe o que está acontecendo a todo momento.

Corro o risco de não acordar do transe?

MITO – O transe hipnótico acontece quando acessamos um nível de consciência natural da nossa mente por onde transitamos com certa frequência, o nível hipnoidal. É quando nos pegamos olhando fixamente para algo mas, focados totalmente em algum fato, lembrança, pensamento. O som ao redor já não incomoda ou interfere no estado de atenção, esse é o nível de foco que a hipnose alcança naturalmente.

Posso acessar memórias que não me recordava mais?

VERDADE – Sim, pode acontecer. Por isso a importância de um profissional preparado para dar o suporte terapêutico necessário para os conteúdos que possam emergir. Isto é importante pois ajuda no problema em questão. A Koga Hipnose possui profissionais preparados para isso. São eles hipnoterapeutas, psicólogos e psicanalistas.

Regressão tem a ver com hipnose?

VERDADE – É usado o transe hipnótico para chegar as origens dos traumas que se caracteriza pela regressão. A regressão é um tipo de transe hipnótico de tratamento.

O transe é igual ao sono?

MITO – transe significa FOCO. Tanto foco que o corpo se relaxa por completo, porém sua mente está totalmente focada no nível das emoções, lembranças e memórias.

Para mais informações, fale conosco!

O que é transe hipnótico

O que é transe hipnótico

O que é transe hipnótico? Como funciona? Essas dúvidas são frequentes em nosso consultório. O paciente chega na grande maioria das vezes ansioso para saber como é o transe hipnótico, suas sensações e o que acontece. Claro que cada indivíduo é único e com sentimentos e sensações diferentes em cada situação, mas podemos entender um pouco como funciona a hipnose.

O transe hipnótico é um estado mental, um nível de nossa consciência. Sendo assim acessamos este nível com frequência e naturalidade. É diferente do sono. Na antiguidade era muito comparada com ele, apenas pela característica dos olhos fechados. O semblante calmo do paciente que a experimentava também dava esta impressão, porém, não se compara com ele.

 O estado hipnótico é caracterizado por FOCO. Sua mente nunca está tão focada quanto no nível hipnoidal. O nível hipnoidal é onde acontece o transe hipnótico e onde conseguimos acessar emoções e lembranças mais facilmente.

Além de promover uma sessão mais confortável, a hipnose ajuda na consciência corporal, a perceber como as emoções proporcionam sensações corporais e mentais colaborando para o autoconhecimento.

Ao atingir o estado de transe o paciente está tão focado em suas emoções que seu corpo se relaxa por completo, experimentando um bem estar notável. As técnicas de relaxamento ajudam no processo. Durante o transe, o paciente escuta e se foca na voz do terapeuta, portanto se recorda do processo após retomar o nível de consciência anterior.  É método seguro e eficaz desde que realizado por profissionais devidamente habilitados.

A hipnose é segura?

A hipnose é segura?

A curiosidade das pessoas pela hipnose tem crescido cada vez mais. Muitos tabus e mitos envolvendo a mesma cerca os pensamentos e acabam trazendo incertezas e muitas vezes medo. Por isso vamos dar mais detalhes sobre o processo hipnótico.

O hipnotista do palco que conta 1, 2, 3 e diz…” Bem dormido”, os shows envolvendo a hipnose acabam por passar uma sensação de que algo não é normal ou é provocado de forma estranha aos olhos dos espectadores. Este tipo de hipnose é feito por pessoas que buscar auto-promoção e não trabalham com a hipnose de forma clínica. As induções rápidas que costumamos ver na TV são técnicas de quebra de padrão para que o espectador acesse o nível hipnoidal mais rápido, e sim, funcionam.

Hipnose é algo natural

A hipnose é alvo de estudo desde o final do século XVX, com o médico e pesquisador James Braid. Freud utilizou a técnica no início de sua carreira, tendo usado a hipnose para desenvolver a psicanálise.

O estado de transe é tão comum quanto, acordar, dormir e respirar. É atingido através de níveis naturais de consciência, então estamos falando do nível HIPNOIDAL.

É o estado ideal para aprendizagem literal, reprogramação mental, lembrança de sonhos, criatividade, aumento da memória e ancoragem de vivências emocionais. É o estado do insight facilitado (das origens, da descoberta do que até então estava oculto ao nível consciente – que é a vigília).

Por ser um estado natural de consciência que é atingido por um relaxamento progressivo através de comandos por parte do hipnoterapeuta, é seguro e muito eficaz. Ninguém fica “preso” neste estado de consciência ou em qualquer outro, isso é um mito.

A hipnose é uma ferramenta eficaz que na maioria das vezes causa um bem estar duradouro no paciente que passa pelo procedimento. Esta terapia precisa ser executada por profissionais sérios e com conhecimento técnico que esse processo terapêutico exige pois envolvem o manejo dos conteúdos que emergem no transe hipnótico.

Costumamos dizer que quando o paciente toma consciência do problema, fica mais fácil ressignificar aquela situação que não foi bem processada.

É possível como um tratamento complementar tratar a depressão, ansiedade excessiva, síndrome do pânico, fobias, compulsões alimentares, disfunções sexuais e inseguranças.

Para marcar uma avaliação, clique aqui.

 

Depressão e ansiedade – como a hipnose pode te ajudar!

Depressão e ansiedade – como a hipnose pode te ajudar!

Você sabia que a Hipnose Clínica pode te ajudar em casos de depressão, ansiedade excessiva, síndrome do pânico? Mas não para por ai, ela se mostra cada vez mais eficiente em vários setores na saúde mental e cotidiana.

É importante entender porque a hipnose pode te ajudar nestes momentos difíceis, por isso, falaremos aqui sobre o que pode ser tratado com a hipnose.

A hipnose é um procedimento terapêutico e natural, que permite uma ligação facilitada com as emoções mais profundas da nossa mente. Ela vem sendo disseminada na atualidade e reconhecida mundialmente por isso. Vamos  pontuar como ela pode te ajudar nesses casos.

DEPRESSÃO

Tratar a depressão é fundamental para que a pessoa recupere o prazer de viver, possa trabalhar e aproveitar a vida. É  possível acessar os motivos que desencadearam a depressão. Essas informações ficam retidas no subconsciente, que é a região do cérebro que fica acessível apenas durante o estado de transe hipnótico. Ao acessar as origens da depressão é possível trata-la de forma direta e eficaz nos próprios transes hipnóticos. Devolvendo assim o prazer e alegria para o paciente.

ANSIEDADE

A hipnose é umas das melhores ferramentas para ansiosos. Ela tem a missão de descobrir a origem da ansiedade que atrapalha a vida do paciente e traz conscientização de tempo e espaço. Também devolve o controle que pode ou não exercer em determinada situação atual ou futura. Promove o auto conhecimento, trazendo mais paz, tranquilidade e qualidade de vida.

SÍNDROME DO PÂNICO

A síndrome do pânico traz consigo sensações horríveis que compromete a vida de quem a sente. O foco da hipnose é promover um alívio desta percepção tão aguçada e trazer a origem e os motivos deste botão de alarme tão sensível. É importante identificar o contexto e situação de vínculos em que o paciente se encontra para poder trabalhar o foco e a conscientização destas emoções.

A hipnose não se limita somente aos tratamentos listados acima, ela vai muito além! É possível tratar fobias, desempenho de atleta, foco para concursos e vestibulares, etc.

Conheça mais sobre nosso trabalho de hipnose clinica! Fale conosco!

 

 

Terapia eficiente para idosos

Terapia eficiente para idosos

Cintia Maciel Ferreira, Psicóloga Clínica, pós graduada em Psicologia hospitalar, e atuação em ILPI’S- Instituição de Longa permanência para idosos e Extensão em atendimento domiciliar pelo COGEAE/PUC conta para nós da Koga Hipnose que a crescente busca de atendimento psicológico por pacientes com mais de 60, 70 anos, muitos inclusive com diagnóstico de depressão e/ou ansiedade, nos faz pensar sobre a necessidade de termos profissionais bem preparados para atender esse público.

As mudanças de papel social, a aposentadoria, separação, viuvez, a saída dos filhos de casa, as diversas perdas vivenciadas pelo idoso, sejam elas físicas ou emocionais, geram grandes angústias e incertezas e estão entre as principais queixas que os levam até a terapia.

Assim é importante que estejamos com o olhar cada vez mais atento, lembrando que o idoso é um ser singular e que tem grandes possibilidades de dar um novo sentido a velhice e suas novas condições atuais.

O objetivo da terapia para idosos é a adaptação as mudanças que envolvem os ciclos da vida e da velhice, assim como medos e inseguranças perante a finitude da vida, ajudando a adequar e adquirir novos olhares para esta fase.

A busca é pela qualidade de vida, bem estar e apoio as necessidades emocionais dos idosos 🙂

Cintia é nossa parceira e atende esse público tão especial com muito amor e empatia também em domicílio. Agende uma consulta para você ou indique para quem necessita pelo Whatsapp: (11) 95440-5669 ou pelo telefone (11) 2381-4230.

Cintia Maciel Ferreira CRP-06/89910

 

 

 

 

O corpo fala: dor de cabeça

Você tem dores de cabeça constantemente? Em momentos de stress ou preocupação?

As vezes um analgésico oferece alívio momentâneo, muitas vezes anestesiando a dor que já se tornou física mas encobrindo a dor da alma. Portanto, os sintomas podem persistir por muito tempo e até anos se o autoconhecimento de suas emoções forem ignorados.

Se tratando do nosso profundo inconsciente, podemos reter todo tipo de experiência relacionado as nossas vivencias, é ai que está o problema, muitas vezes acumulamos pensamentos, mágoas, ansiedades que fazem nossa mente trabalhar desordenadamente, em excesso, causando algumas dores de cabeça. Sempre que guardamos mágoas, ressentimentos, ódio, etc., mais cedo ou mais tarde, somatizamos uma doença para justificar a perda de energia que tivemos.

A cabeça está relacionada com a razão. Quando você não permite que as emoções o guie e tem pressa de resolver alguma questão pela própria razão, precipita problemas ou acidentes em sua cabeça. Seu inconsciente está lhe mostrando que, por mais potencialidade que nossa mente tem, a cabeça tem limites.

Mas e as enxaquecas?

As enxaquecas estão ligadas a pessoas orgulhosas em excesso, não permitem que pessoas autoritárias mandem nelas ou na sua vida. são resistentes a tudo e a todos que subentende que querem invadir seu espaço. Não se permitem os prazeres da vida, tem receio de serem dominadas de alguma forma, receio das consequências devido limitações morais ou da família. Tem que ouvir mais o coração, conhecer suas resistências e fraquezas, resumidamente se conhecer e conhecer suas emoções, crenças e estrutura.

Como posso me ajudar?

A terapia através da hipnose clínica e escuta terapêutica podem ajudar no processo de autoconhecimento das emoções e como seu corpo se manifesta nos diversos momentos e situações da vida. A hipnose atua no “nível das emoções”, ou seja pré consciente e inconsciente, onde nossas barreiras e defesas estão mais receptivas ao acesso e resgate dos nossos traumas e também mais receptivo para o foco e sugestões terapêuticas. As sessões são agradáveis o que facilita o acesso ao processo de conhecimento das dores e somatizações de doenças através das experiencias da própria pessoa.

Abraços,

Daniele Scarso

 

O corpo fala: O que suas emoções querem te mostrar através das dores e doenças?

Hoje em dia o olhar da ciência tem se voltado cada vez mais para não só a parte orgânica e biológica da medicina, mas também para a mente e espírito (lembrando que nossa psique é a junção de mente e espírito). Esse olhar expande as opções de tratamento, eficácia e duração de remissão dos sintomas que já atingem o nosso corpo.

É interessante dizer que cada pessoa é única e as razões de apresentarem tais dores ou doenças vão muito além de pressupostos, mas, sempre nos indica o princípio de tudo.

A frase “O corpo fala”, parece soar estranha de primeiro momento, mas o significado dela é literalmente o que ela quer dizer. As nossas emoções brotam e assim as sentimos, boas ou ruins elas são inevitáveis. Quando não damos atenção a elas tudo fica mais complicado do que imaginamos, nosso corpo começa a demonstrar tais emoções retidas ou não aceitas através de dores físicas, doenças, algumas síndromes e por ai vai…

Mas quais são os fatores que contribuem para a somatização de mazelas em nosso corpo?

Muitos fatores devem ser levados em consideração, como um trabalho desgastante, ansiedade, stress, hábitos não muito saudáveis e até mesmo situações que julgamos que devemos dar conta, mas sentimos dificuldade pelas nossas limitações físicas ou psicológicas.

Temos que entender que o que não falamos ou expressamos o nosso corpo converte em doenças, dores e sintomas que muitas vezes exames não explicam.

A hipnose clínica e a psicoterapia se mostram eficaz no autoconhecimento dos sintomas e quais emoções o levou a emergir das profundezas de nossa mente, é uma terapia alternativa, natural e bem manejada oferece muitos benefícios. Lembre-se falar é o primeiro passo para sarar.

A cada semana nossa série “O corpo fala” do Blog Koga Hipnose vem trazendo o significado dos sintomas físicos, fique ligado, um dia pode aparecer o seu!

Abraços,

Daniele Scarso

Hipnoterapeuta

Open chat
Olá! 🖐🏼
Como podemos te ajudar?